Lição 15: Gramática e Palavras Variadas: 들다, Homônimos Coreanos, Ficar Doente, Diferente/Similar/Igual

Esta Lição também está disponível em English e Русский.

 

Vocabulário

O vocabulário está separado em substantivos, verbos, adjetivos e advérbios com o objetivo de simplificar.

Clique na palavra em português para ver informações e exemplos dessa palavra em uso (provavelmente, você não entenderá a gramática contida nas frases neste momento, mas é bom ver à medida que avança em seu aprendizado).

Um arquivo PDF apresentando organizadamente essas palavras e informações extras pode ser encontrado aqui.

Substantivos:
= sono
모자 = chapéu
= linha, corda, fila
감기 = resfriado
기침 = tosse
설사 = diarréia
독감 = gripe
재채기 = espirro
동아리 = um clube da escola ou universidade
취미 = hobby
수학 = matemática
가족 = família
실력 = habilidades
사촌 = primo
= vida
맥주 = cerveja
과거 = passado
마음 = coração/mente
그림 = imagem, pintura

Verbos:
들다 = levantar, carregar, segurar
들다 = entrar
가져오다 = trazer um objeto
가져가다 = trazer/pegar um objeto
돌리다 = ligar/usar uma máquina, distribuir
돌다 = virar-se
돌아보다 = olhar para trás
돌아가다 = voltar, retornar
돌아오다 = voltar, retornar
돌려주다 = devolver
걸다 = pendurar
주문하다 = fazer um pedido
결혼하다 = casar
부르다 = chamar
고르다 = escolher
넣다 = inserir
경험하다 = experimentar
설명하다 = explicar
자랑하다 = exibir, ostentar, orgulhar-se

Verbos passivos:
걸리다 = estar pendurado
걸리다 = ser pego, preso, travado
걸리다 = pegar um resfriado
걸리다 = levar um certo tempo

Adjetivos:
똑같다 = ser exatamente igual
자랑스럽다 = estar orgulhoso
또 다르다 = outro
시끄럽다 = ser barulhento
흔하다 = ser comum
드물다 = ser raro

Advérbios e Outras palavras:
아마도 = talvez
= dentro

Para ajudar a memorizar essas palavras, experimente o nosso Memrise.

 

 

Introdução

Esta lição será bem diferente das lições anteriores. A maioria das palavras que você aprendeu até agora podem ser compreendidas e utilizadas em frases sem muita dificuldade ou hesitação. Por exemplo, se você soubesse dizer isto:

저는 한국어를 배웠어요 = Eu aprendi coreano

E depois aprendesse “공부하다” (estudar), seria fácil descobrir que você pode dizer:

저는 한국어를 공부했어요 = Eu estudei coreano

Porém, há muitas palavras que você não seria capaz de entender instantaneamente porque elas seguem regras e padrões diferentes. Nesta lição, eu quero ensinar algumas dessas palavras. Eu também quero usar esta lição como uma forma de ensinar alguns pequenos conceitos em coreano que você deveria saber. Esses conceitos são importantes, mas pequenos demais para haver uma lição inteira dedicada a eles. Então, eu os incluí nesta aula “mista”:

 

 

 

Mais sobre 좋다/싫다 para 좋아하다/싫어하다

Eu disse algumas vezes que, para a maioria das palavras terminadas em 하다, você pode remover o ~하다 e o restante da palavra será a forma substantiva do verbo. Por exemplo:

말 = fala/palavras/discurso
말하다 = falar

주문 = pedido
주문하다 = pedir

결혼 = casamento
결혼하다 = casar

존경 = respeito
존경하다 = respeitar

Isso não pode ser feito com 좋아하다 e 싫어하다. Isto é:

좋아 não é um substantivo que significa “gosto”, e
싫어 não é um substantivo que significa “desgosto”

Note, entretanto, que 좋아 e 싫어 podem ser encontradas em frases, mas apenas nas formas conjugadas de 좋다/싫다 e não nas formas substantivas de 좋아하다 e 싫어하다. Você aprendeu em lições anteriores que 좋다 e 싫다 são adjetivos. Como adjetivos, podem descrever um substantivo ou predicar uma frase. Por exemplo:

저는 좋은 김치를 먹었어요 = Eu comi kimchi bom
김치는 좋아요 = Kimchi é bom

Só uma observação rápida: apenas em casos raros você realmente diria ‘김치는 좋아요’. Na maior parte dos casos, se você quisesse dizer que o 김치 estava bom, você usaria a palavra 맛있다. Você só usaria essa frase se alguém estivesse falando sobre algo ruim (talvez alguma coisa ruim para a sua saúde), e então poderia dizer “…é ruim, mas kimchi é bom”. Mesmo assim, está gramaticalmente correto e estou usando especificamente esta frase para destacar algo que você entenderá mais a frente nesta lição.

좋아하다 é construída adicionando ~아/어하다 ao radical de 좋다. Isso muda 좋다 de um adjetivo (bom) para um verbo (gostar).

Da mesma forma, 싫어하다 é construída adicionando ~아/어하다 ao radical de 싫다. Isso muda 싫다 de um adjetivo (ruim) para um verbo (não gostar).

É bom notar que você pode adicionar ~아어하다 a alguns outros adjetivos também. 좋다 e 싫다 são os mais comuns (e também os mais importantes) com os quais se preocupar agora, mas alguns outros exemplos comuns são:

부끄럽다 = tímido (isso é um adjetivo)
부끄러워하다 = tímido (isso é um verbo)

부럽다 = invejoso (isso é um adjetivo)
부러워하다 = invejoso (isso é um verbo)

Além de saber que uma é verbo e a outra é adjetivo, você não precisa se preocupar com essas palavras agora. Eu falarei mais sobre esse conceito e como elas são usadas de forma diferente – mas apenas muito mais à frente, na Lição 105. Por agora, vamos apenas focar em 좋아하다 e 싫어하다.

Como um verbo, 좋아하다 pode ser usada para indicar que alguém “gosta” de alguma coisa. Por exemplo:

김치는 좋아요 = Kimchi é bom
저는 김치를 좋아해요 = Eu gosto de kimchi

Da mesma forma, 싫어하다 pode ser usada para indicar que alguém “não gosta” de algo. Por exemplo:

김치는 싫어요 = Kimchi é ruim/não é bom
저는 김치를 싫어해요 = Eu não gosto de kimchi

Porém, o uso de “좋다” e “싫다” nestas frases é geralmente usado para dizer:

김치가 좋아요 = Eu gosto de kimchi, e
김치가 싫어요 = Eu não gosto de kimchi

Ou, outros exemplos:

학교가 좋아요 = Eu gosto da escola
학교가 싫어요 = Eu não gosto da escola

맥주가 좋아요 = Eu gosto de cerveja
맥주가 싫어요 = Eu não gosto de cerveja

Os detalhes de como isso é feito são discutidos a seguir.

 

 

 

Sujeito – Objeto – Forma Adjetiva

Um dos fundamentos básicos da gramática (não apenas a coreana) é que um adjetivo não pode agir sobre um objeto. Isso significa que, em coreano, você nunca pode ter uma frase predicada por um adjetivo que está agindo em uma palavra com a partícula de objeto ~를/을. Isso quer dizer que você não pode dizer isto:

저는 김치를 좋다 = Eu bom kimchi
(isso não faz sentido em nenhuma das duas línguas)

Mas, você pode dizer:

저는 김치를 먹었어요 = Eu comi kimchi
Um objeto predicado por um verbo

김치가 좋아요 = Kimchi é bom
Um sujeito predicado por um adjetivo

저는 좋은 김치를 먹었어요 = Eu comi kimchi bom
Um objeto descrito por um adjetivo e predicado por um verbo

Dito isso, os coreanos fazem, às vezes, frases predicadas por adjetivos que também tem um “objeto”. Porém, lembre-se que você não pode (não pode mesmo) usar um adjetivo para agir sobre um objeto. Então, como os coreanos fazem isso? Eles adicionam ~이/가 ao objeto em vez de ~을/를. Isso faz com que a gramática da frase esteja tecnicamente correta porque não há um adjetivo agindo sobre um objeto. Observe o exemplo:

김치는 좋아요 = Kimchi é bom
저는 김치를 좋아해요 = Eu gosto de kimchi, que também pode ser dito assim:
저는 김치가 좋아요 = Eu gosto de kimchi

O que eu estou tentando dizer aqui é que, frequentemente, há um adjetivo ou verbo passivo que age sobre um objeto em coreano. No entanto, esses adjetivos/verbos passivos devem (é claro) sempre ser tratados como adjetivos ou verbos passivos.

Adjetivos e verbos passivos nunca podem agir sobre objetos; então, em vez de usar ~를/을 nessas situações, você deve usar ~이/가. Um outro exemplo em que isso costuma ser feito é com 그립다:

그립다 = essa palavra é traduzida como “sentir falta”, mas é usada ao falar sobre sentir falta de alguma coisa – não uma pessoa (algumas vezes é usada para dizer que você sente falta de alguém, mas falaremos sobre isso na Lição 17).

그립다 é um adjetivo em coreano (porque descreve o sentimento em vez da ação). Isso significa que, se você quiser dizer “eu sinto falta de comida coreana”, não poderá dizer:

저는 한국 음식 그리워요. Em vez disso, deve dizer:
저는 한국 음식 그리워요 = Eu sinto falta de comida coreana

Mais exemplos (note que a palavra que predica cada frase é um adjetivo):

나는 네가 자랑스러워 = Eu estou orgulhosa de você
나는 그 사람이 싫어 = Eu não gosto dessa pessoa
저는 한국이 좋아요 = Eu gosto da Coreia

Você também viu esse mesmo fenômeno na lição anterior com verbos passivos. Lembre-se, você não pode fazer um verbo passivo agir sobre um objeto. Portanto, nós vimos os seguintes tipos de exemplos na lição anterior:

저는 그것이 기억나요! = Eu lembro disso!
저는 땀이 나요! = Estou suando!
저는 화가 났어요 = Eu estava/estou nervoso

 

 

 

Palavra Coreana: 들다

A palavra 들다 em coreano é muito difícil porque pode ser usada de várias maneiras. Dois dos usos mais comuns são:

들다 = carregar/segurar alguma coisa
들다 = entrar em um lugar

Ambos são situações abrangentes nas quais se encaixam a maioria dos usos de 들다. A dificuldade com 들다 é que ela pode ser usada de tantas formas diferentes que chega a ser difícil ter uma tradução que funcione para todas as situações possíveis. Deixe-me mostrar três exemplos de como 들다 pode ser usada no sentido abrangente de “entrar em um lugar”.

나는 동아리에 들었어 = Eu entrei em um clube
(나는) 잠이 들었다 = Eu dormi (Eu “entrei” no sono)
저는 그 그림이 마음에 들어요 = Eu gostei dessa imagem (Essa imagem entra no meu coração)

A definição da palavra 마음 geralmente se refere ao coração/mente de uma pessoa

Agora, deixe-me mostrar exemplos de como 들다 pode ser usada no sentido abrangente de “carregar/segurar alguma coisa”.

저는 손을 들었어요 = Eu levantei minha mão (Eu “segurei no alto” a minha mão)
저는 가방을 들었어요 = Eu carreguei minha/a bolsa

Ok, então qual é o ponto?

Bem, eu tenho três pontos, na verdade.

1) Primeiro, eu gostaria de apresentar como 들다 pode ser usada. Com uma compreensão geral de dois usos abrangentes mostrados aqui (junto com situações específicas colocadas nos exemplos), você deve ser capaz de lidar com a maioria dos usos de 들다 conforme estuda frases mais avançadas.

2) É crucial para o seu desenvolvimento de coreano e como ele se relaciona com os significados que você tem de palavras do português. Você deve perceber que coreano e português são fundamentalmente diferentes e que é muito difícil traduzir frases às vezes. Em casos como esses, você não deve tentar traduzir uma palavra diretamente para uma definição específica. Pelo contrário, você deve estar aberto ao fato de que ela pode ter vários significados de acordo com o contexto.

Por exemplo, imagine que você soubesse as palavras a seguir e suas definições:

  • 저 = eu/mim
  • 마음 = coração/mente
  • 들다 = entrar
  • 그림 = imagem

E que dissesse a seguinte frase:

저는 그 그림이 마음에 들어요

Você seria capaz de entender o significado dela se eu não tivesse explicado antes? Muitos estudantes de coreano poderiam ler e dizer: “Bem, parece que a pessoa tem uma imagem entrando no coração/mente dela… mas não tenho certeza do que isso significa.”

Essa é a primeira de muitas vezes em que eu te encorajarei a não traduzir/entender frases de forma literal. Em vez disso, tente compreender qual poderia ser o sentido da frase de acordo com o seu entendimento das palavras dentro dela. Por exemplo, se você encontrar a palavra “들다” enquanto estuda, perceba que ela pode ter muitos usos – e só porque não parece de imediato que ela seria traduzida como “entrar” ou “carregar”, uma mente aberta permitiria ver as coisas de forma diferente.

3) Eu quis ensinar especificamente o significado de 들다 porque ela é usada frequentemente em palavras compostas, sobre as quais falaremos na próxima seção.

 

 

Verbos Compostos Coreanos

Você perceberá (ou talvez já tenha percebido) que muitos verbos coreanos são feitos de uma combinação de dois verbos. Isso costuma ser feito adicionando um verbo ao radical de outro, com ~아/어. Quando isso acontece, os significados das duas palavras se unem para fazer uma palavra só. Por exemplo:

들다 = inserir algo
가다 = ir

들다 + 가다 = 들 + 어 + 가다
= 들어가다 = ir para dentro de (entrar em) alguma coisa
아버지는 은행에 들어갔어요 = Meu  pai entrou no banco

 

들다 = inserir algo
오다 = vir
들다 + 오다 = 들 + 어 + 오다
= 들어오다 = vir para dentro de (entrar em) alguma coisa
남자는 방에 들어왔어요 = Um homem entrou na sala

나다 = surgir/sair de algo
가다 = ir
나다 + 가다 = 나 + 아 + 가다
= 나가다 = ir para fora (sair) de alguma coisa
저는 집에서 나갔어요 = Eu saí de casa

나다 = surgir/sair de algo
오다 = vir
나다 + 오다 = 나 + 아 + 오다
= 나오다 = vir para fora (sair) de alguma coisa
학생은 학교에서 나왔어요 = O aluno saiu da escola

가지다 = possuir
오다 = vir
가지다 + 오다 = 가지 + 어 + 오다
= 가져오다 = trazer alguma coisa
나는 나의 숙제를 가져왔어 = Eu trouxe meu dever de casa
그 학생은 숙제를 가져오지 않았어 = Esse aluno não trouxe a tarefa de casa dele

가지다 = possuir
가다 = ir
가지다 + 가다 = 가지 + 어 + 가다
= 가져가다 = levar alguma coisa
저는 저의 모자를 가져갈 거예요 = Eu levarei meu chapéu

Você encontrará muitas dessas palavras quando estiver aprendendo a falar coreano. Não é algo terrivelmente difícil, mas você deve estar atento (ajuda a entender a palavra se perceber que ela é feita de duas palavras separadas).

Outra palavra que você verá frequentemente nas palavras compostas é “돌다”:

돌다 = virar/girar/rotacionar

Exemplos de palavras compostas:

돌다 + 보다 = 돌아보다 = virar (e ver)
돌다 + 가다 = 돌아가다 = retornar
돌다 + 오다 = 돌아오다 = retornar
돌리다 + 주다 = 돌려주다 = devolver

저는 9월1일에 캐나다에 돌아갈 거예요 = Eu retornarei ao Canadá em 1º de setembro
저는 친구에게 책을 돌려줬어요 = Eu devolvi o livro ao meu amigo

Isso é suficiente por enquanto, mas você continuará vendo essas palavras durante seus estudos.

Diferente/Similar/Igual em coreano (다르다/비슷하다/같다)

Três palavras que você aprendeu em lições passadas:

다르다 = diferente
비슷하다 = similar
같다 = igual

Usar essas palavras não é tão simples quanto parece, então eu queria passar um tempo te ensinando a lidar com elas. Claro, em frases simples, elas podem ser usadas como qualquer outro adjetivo. Por exemplo:

그것은 비슷해요 = Isso é semelhante
우리는 매우 달라요 = Nós somos tão diferentes
우리는 같아요 = Nós somos iguais

A frase acima soa estranho em coreano. Apesar de “같다” ser traduzida como “o mesmo, igual”, na maioria dos casos (especialmente esses em que nada é comparado), é mais natural usar a palavra “똑같다”, que geralmente pode ser traduzida como “exatamente o mesmo”.

Por exemplo:

우리는 똑같아요 = Nós somos exatamente os mesmos

Ao comparar coisas assim em português, nós usamos uma preposição diferente para cada palavra. Por exemplo:

Eu sou semelhante ao meu amigo
Aquele prédio está diferente de ontem
Canadenses são os mesmos que coreanos

Em coreano, a partícula ~와/과/랑/이랑/하고 pode ser usada para representar todos esses significados. Por exemplo:

저는 친구와 비슷해요 = Eu sou semelhante ao meu amigo
그 건물은 어제와 달라요 = Aquele prédio está diferente de ontem
캐나다 사람들은 한국 사람들과 같아요 = Canadenses são os mesmos que coreanos
이 학교는 우리 학교와 똑같아요 = Esta escola é exatamente igual à nossa escola

Perceba nas frases acima que a partícula ~와/과/랑/이랑/하고 é usada para denotar que algo é diferente de, semelhante a, ou o mesmo que outra coisa. Teoricamente, você poderia mudar a ordem das frases (e transformar em uma estrutura parecida com a que você aprendeu na Lição 13) para indicar que duas coisas (isto e aquilo) são diferentes, similares ou iguais. Por exemplo:

우리 학교와 이 학교는 똑같아요 = Nossa escola e esta escola são exatamente iguais

Como você pode ver na tradução para português, isso não cria nenhuma diferença no sentido. Apenas muda levemente a expressão e a função das partículas.

Eu falo sobre o uso de 같다 nas Lições 35 e 36. Especificamente na Lição 36, eu falo sobre como 같다 é mais usada para dizer “alguma coisa parece alguma coisa”. Eu não quero entrar nisso nesta lição porque o propósito desta seção para mim é apresentar a gramática dessas frases para que você possa aplicá-la ao que estou prestes a introduzir.

Observe esta gramática. Provavelmente, esta é uma frase fácil para você agora:

나는 잘생긴 남자를 만났어 = Eu conheci um homem lindo

Sujeito – adjetivo (descrevendo um) – objeto – verbo

E quanto às seguintes frases?

나는 비슷한 남자를 만났어 = Eu conheci um homem semelhante, ou
나는 같은 남자를 만났어 = Eu conheci o mesmo homem

Essas frases têm a mesma estrutura que antes:

Sujeito – adjetivo (descrevendo um) – objeto – verbo

Isso deve ser fácil para você também. Mas, e se você quisesse dizer: “eu conheci um homem que é semelhante ao seu namorado”? Parece complicado demais, mas vamos analisar passo-a-passo:

너의 남자친구와 비슷하다 = semelhante ao seu namorado

비슷하다 é um adjetivo – o que significa que você pode modificá-lo para um substantivo:

비슷한 남자 = homem semelhante

너의 남자친구와 비슷한 남자 = um homem (que é) semelhante ao seu namorado

나는 ( — )를 만났어 = eu conheci —

나는 (너의 남자친구와 비슷한 남자)를 만났어 = Eu conheci um homem que é semelhante ao seu namorado

Essa estrutura é muito complexa e é uma introdução à descrição de substantivos com frases em vez de simplesmente usar um adjetivo. Na Lição 26, você aprenderá mais sobre como descrever substantivos com coisas além de simples adjetivos – como verbos e frases complexas.

O significado de “diferente” em português tem mais de uma nuance, que são possuídas por “다르다” também. Apesar do sentido de “diferente” nas duas frases abaixo ser similar, tente enxergar se há uma leve diferença:

Eu sou diferente dele
Eu vi um filme diferente

O primeiro descreve que alguma coisa não é a mesma que outra.

O segundo tem um sentido semelhante a “outro”, em que (nesse caso) a pessoa não assistiu ao filme planejado originalmente, mas viu “outro” filme ou um filme “diferente”.

다르다 pode ser usada em ambas as situações. Por exemplo:

저는 그와 달라요 = Eu sou diferente dele
저는 다른 영화를 봤어요 = Eu vi um filme diferente (outro filme)

“또 다르다” geralmente é traduzida como “um outro”, enquanto “다르다” é traduzida como “outro”.

A função de “또 다르다” é difícil de descrever, mas é mais fácil explicar (e entender) se você pensar nela como duas palavras separadas (o que ela é, na verdade). Ela é uma combinação do adjetivo “다르다” e o advérbio “또”, que é usado quando algo acontece novamente.

“또 다르다” é usada quando uma determinada coisa já foi explicada e você está explicando outra coisa. Imagine, por exemplo, que você está sentado em uma reunião com seus colegas de trabalho discutindo potenciais problemas para um plano. As pessoas estão discutindo os problemas que elas veem e você diz:

또 다른 문제는 그것이 비싸요 = Um outro problema é que isso é caro

Seguindo a mesma linha, você pode dizer a frase a seguir e, apesar da tradução ser similar, tente entender a diferença em adicionar “또”.

저는 또 다른 영화를 봤어요 = Eu vi um outro filme

Aqui, talvez a pessoa tenha assistido a um filme e depois viu um filme diferente.

 

 

 

Palavras que são iguais mas têm diferentes significados (Homônimos Coreanos)

Isto pode ser algo óbvio ao aprender qualquer idioma, mas eu gostaria de mencionar. Em coreano, há muitas palavras que têm mais de um significado. É assim em português também, mas a maior parte das pessoas nunca percebe até pararem para pensar sobre quantas realmente existem. Sempre que houver uma palavra com diferentes significados em coreano, esses significados sempre terão um registro separado na lista de vocabulário (não necessariamente na mesma lição, no entanto). Um exemplo disso é “쓰다”:

쓰다 = escrever
쓰다 = usar
쓰다 = usar um chapéu

Cada uma dessas palavras teve um registro separado nas nossas listas. Porém, quando uma palavra tem muitos significados mas muitos deles podem ser combinados em alguns outros mais abrangentes, apenas os termos mais abrangentes serão mostrados. Um bom exemplo sobre o qual falamos antes é 들다. 들다 tem muitos significados, mas a maioria pode ser agrupada em 3 ou 4 grupos.

De qualquer forma, esteja consciente de que muitas palavras têm vários significados em coreano:

나는 편지를 친구를 위해 쓸 거야 = Eu escreverei uma carta para minha amiga
나는 그 기계를 썼어 = Eu usei essa máquina
저의 아버지는 모자를 항상 써요 = Meu pai sempre usa chapéu

Uma outra palavra que tem muitos significados comuns é 걸리다:

걸리다 = estar (no estado de) pendurado
걸리다 = ser pego/preso/travado
걸리다 = levar um certo tempo
걸리다 = pegar um resfriado, ficar doente

Existem mais usos, mas vamos focar nesses quatro agora:

걸리다 = estar pendurado

Semelhantemente aos verbos passivos que você aprendeu na lição anterior, esse verbo pode ser usado para indicar o ‘estado’ passivo de pendurado:

그림은 벽에 걸려 있어요 = A pintura está pendurada na parede

 

걸리다 = ser pego/preso/travado

Um verbo que pode ser usado quando alguma coisa tropeça/fica presa:

나는 줄에 걸렸어 = Eu tropecei na corda

 

걸리다 = levar um certo tempo

Essa é uma forma muito útil sobre a qual falaremos detalhadamente em uma outra lição. Você pode usá-la para indicar quanto tempo leva para se deslocar de um lugar a outro.

서울부터 인천까지 2시간 걸려요 = De Seul a Incheon são 2 horas.
우리 학교에서 식당까지 10분 걸려요 = São 10 minutos da nossa escola ao restaurante

No entanto, apesar de cada uma dessas palavras ter um significado diferente em português (estar pendurado, ser pego, levar um certo tempo), elas são um tanto similares, na verdade. Quando um quadro está ‘pendurado’ na parede, tecnicamente, ele está ‘preso’ na  parede. De forma semelhante, se você vai de Incheon para Seul, o tempo que leva (2 horas) foi ‘pego/travado’. Não, haha? Bem, foi assim que expliquei a mim mesmo quando aprendi algumas dessa palavras pela primeira vez.

Tente pensar fora da caixa do português. Uma palavra em coreano frequentemente é usada para representar várias palavras em português. Normalmente, essas palavras não são muito diferentes, mas as diversas traduções nos levam a acreditar que elas realmente são diferentes. Leia as frases abaixo novamente e veja se consegue entendê-las desta forma:

O quadro está preso na parede
Eu fiquei preso na corda
2 horas são presas para ir de Seul a Incheon

Obviamente, nem todas são naturais em português – mas você provavelmente consegue entender o que essas frases significam.

O que eu quero dizer? Só porque uma palavra parece ter muitos significados, não significa necessariamente que eles são muito diferentes entre si. Pense no exemplo apresentado anteriormente (들다) mais uma vez. 들다 tem muitos significados – mas  a maioria deles pode ser agrupada em apenas 2 ou 3 significados diferentes. Sempre tenha isso em mente.

 

 

Ficar Doente na Coreia

Uma das coisas que as pessoas tentam aprender primeiro quando estudam uma língua é como se expressar em uma situação em que precisam ir ao médico. Isso não encaixaria em nenhuma lição específica, então quero tratar disso aqui:

Você já conhece a palavra 아프다, que pode usar para indicar que você está doente OU dolorido em alguma região. Note também que 아프다 é um adjetivo… e, por algum motivo, ‘이/가’ são usadas em vez de 는/은 ao criar frases sobre uma região do seu corpo:

배가 아파요 = Meu estômago está doendo
팔이 아파요 = Meu braço está dolorido
저는 어제 너무 아팠어요 = Eu estava muito doente ontem

Você também pode usar a palavra 걸리다 para indicar que tem alguma doença. Você aprendeu um pouco sobre 걸리다 na seção anterior. Esse uso de 걸리다 tem, essencialmente, o mesmo sentido descrito em todos os outros exemplos de 걸리다 (“ser pego”). Os coreanos usam essa palavra da seguinte forma:

저는 감기에 걸렸어요 = Eu peguei um resfriado/estou resfriado
저는 독감에 걸렸어요 = Eu peguei uma gripe/estou gripado

Note como “” é usada nessas frases porque 걸리다 tem a nuance de ficar preso em alguma coisa

Perceba também que, mesmo que você esteja resfriado no presente, os coreanos usam o passado “걸렸다” para dizer que estão resfriados atualmente.

기침 (tosse) e 재채기 (espirro), apesar de não serem substantivos de origem chinesa, são substantivos aos quais você pode adicionar 하다 para obter a forma verbal (tossir e espirrar). Por exemplo:

저의 아들은 시끄럽게 기침했어요 = Meu filho tossiu alto

(Provavelmente, uma tradução mais natural seria “meu filho estava tossindo alto”. Os coreanos não fazem tanta distinção entre o passado simples e o gerúndio quanto fazemos em português. Você aprenderá o gerúndio na Lição 18.)

Uau, esta lição foi longa. Eu tenho que pedir desculpas por escrever lições tão grandes. Esta aqui poderia ser facilmente dividida em 2, 3 ou até 4 lições separadas, mas eu escolhi não fazer isso. Quando eu estava aprendendo coreano, queria passar pelo material todo o mais rápido possível – e  eu acho que isso está vindo à tona conforme escrevo essas lições também.

Ok, eu entendi! Leve-me para a próxima lição! Ou,

Clique aqui para ter um livro de exercícios para usar com esta lição.