Lição 1: Frases Básicas em Coreano

Esta lição também está disponível em English, Español , Русский, Français, 中國語 and Deutsch.

Clique aqui para obter um PDF gratuito desta lição.

 

Vocabulário

O vocabulário está separado em substantivos, verbos, adjetivos e advérbios com o objetivo de simplificar:

Clique na palavra em português para ver informações e exemplos dessa palavra em uso (provavelmente, você não entenderá a gramática contida nas frases neste momento, mas é bom ver à medida que avança em seu aprendizado).

Um arquivo PDF apresentando organizadamente estas palavras e informações extras pode ser encontrado aqui.

Quer praticar estas palavras? Tente encontrá-las em um Caça-Palavras.

Substantivos:
한국 = Coreia
도시 = cidade
이름  = nome
= eu (formal)
= eu (informal)
남자 = homem
여자 = mulher
= esse/essa
= este/isto
= aquilo (quando algo está longe)
= coisa
이것 = esta (coisa)
그것 = essa (coisa)
저것 = aquela (coisa)
의자 = cadeira
탁자 = mesa
선생님 = professor(a)
침대 = cama
= casa
= carro
사람 = pessoa
= livro
컴퓨터 = computador
나무 = árvore
소파 = sofá
중국 = China
일본 = Japão
= porta
의사 = médico
학생 = estudante

Advérbios e Outras Palavras:
이다 = ser/estar
= não
= sim
아니 = não

Há 1050 vocábulos na Unidade 1. Todos eles tem um link para um arquivo de áudio. Você pode fazer o download de todos esses arquivos em um pacote aqui.

Para ajudar a memorizar estas palavras, experimente nosso Memrise.

 

.

.

Saudações

Quando aprendem um idioma, as pessoas sempre querem aprender “olá”, “como você está” e “obrigado” antes de qualquer outra coisa. Eu sei disso. Entretanto, no nível em que está, você apenas sabe palavras – e não tem conhecimento ou experiência em como usá-las ou conjugá-las. A gramática contida nessas palavras é complexa demais para que você entenda agora. No entanto, você pode memorizá-las como um todo e não se preocupar com a gramática agora.

안녱하세요 = olá

감사하다 e 고맙다 são as duas palavras utilizadas normalmente para dizer “obrigado”. No entanto, são raramente usadas nessas formas e quase sempre são conjugadas. Elas podem ser conjugadas de diversas formas, as quais você não aprenderá até a Lição 5 e Lição 6. Eu mostrarei uma lista das formas mais usadas, mas ressalto que você não entenderá como elas funcionam até as lições seguintes:

감사합니다

감사해요

고마워

고맙습니다

고마워요

잘 지내세요?  = Como você está?

Tecnicamente, é a expressão apropriada em coreano, mas não tão comum quanto “como você está” em português. Eu diria que usar “잘 지내세요?” é um estilo brasileiro de cumprimentar pessoas em coreano.

제발 = Por favor

É importante, claro, que você memorize essas expressões em coreano, mas saiba que há uma razão para elas serem ditas dessa forma. Não se preocupe com o porquê de serem usadas assim e apenas memorize. Nós voltaremos a elas mais adiante quando se tornarem importantes.

Ordem das Palavras nas Frases

Uma das coisas mais difíceis de entender em coreano é a estrutura bizarra das frases. Para nossos objetivos na Lição 1, as frases em coreano são escritas na seguinte ordem:

Sujeito – Objeto – Verbo (por exemplo: Eu hambúrguer como)

Ou

Sujeito – Adjetivo (por exemplo: Eu bonito)

Eu explicarei rapidamente o que um “sujeito” e “objeto” significam, já que sua capacidade de entender conceitos mais avançados depende de entender isso. O sujeito refere-se à pessoa/coisa/substantivo/algo que está agindo. O sujeito realiza a ação do verbo. Por exemplo, o sujeito em cada frase abaixo está sublinhado:

Eu fui ao parque.
Eu irei ao parque.
Minha mãe me ama.
Ele me ama.
O cachorro correu rapidamente.
As nuvens se dispersaram.

Em português, o sujeito sempre vem antes do verbo.

O objeto refere-se a qualquer coisa sobre a qual o verbo está agindo. Por exemplo, o objeto em cada frase abaixo está sublinhado:

Minha mãe me ama.

O cachorro mordeu o carteiro.

Ele comeu arroz.

Estudantes estudaram coreano.

Em português, o objeto sempre vem depois do verbo. No entanto, uma frase com um verbo não requer um objeto. Por exemplo:

Eu dormi.
Eu comi.
Ele morreu.

Algumas vezes não há objeto porque ele foi omitido da frase. Por exemplo, tanto “Eu comi” e “Eu comi arroz” são frases corretas. Outros verbos, por natureza, não podem agir em um objeto. Por exemplo, você não pode colocar um objeto depois dos verbos “dormir” ou “morrer”:

Eu dormi você.
Eu morri você.

Sujeitos também estão presentes em frases com adjetivos. Entretanto, não há objeto em uma frase com um adjetivo. Os adjetivos estão sublinhados nas seguintes frases:

Escola é entediante.
Eu estou entediado.
O filme foi legal.
O prédio é grande.
Minha namorada é bonita.
A comida é deliciosa.

É muito importante que você entenda isso desde o começo. Toda frase em coreano DEVE terminar em um verbo (como comer, dormir ou andar) ou em um adjetivo (como bonito, lindo e delicioso). Esta regra é tão importante que eu direi novamente: toda frase em coreano DEVE terminar em um verbo ou adjetivo.

Também é importante destacar que há duas formas de dizer “eu” em coreano. Dependendo de quão educado você precisa ser ao falar, muitas coisas em uma frase (especialmente a conjugação) podem mudar. Você não vai aprender a diferença entre conjugações honoríficas até a Lição 6, então não precisa se preocupar em entendê-las até lá. Entretanto, antes de chegar a essas lições, você verá duas palavras diferentes para “eu”, que são:

나, usada em frases informais, e
저, usada em frases formais.

Como as Lições 1 – 5 não fazem distinção de formalidade, você verá tanto 나 quanto 저 usadas arbitrariamente. Não se preocupe com o porquê de usar uma em vez da outra até a Lição 6, em que a formalidade será explicada.

Ok, agora que você sabe tudo isso, podemos falar em construir frases em coreano.

 

Partículas Coreanas (~는/은 e ~를/을)

A maioria das palavras de uma frase em coreano tem uma partícula (uma palavra bonita  para dizer ‘alguma coisa’) anexada a elas. Essas partículas indicam o papel de cada palavra em uma frase – isto é, que palavra é sujeito ou objeto especificamente. Note que não há como traduzir essas partículas para português de forma alguma, já que não usamos nada parecido. A seguir, há partículas que você deve saber para esta lição:

는 ou 은 (Sujeito)

É colocada depois de uma palavra para indicar que ela é o sujeito de uma frase.

Use 는 quando a última letra da última sílaba do sujeito for uma vogal. Por exemplo:

나 = 나는
저 = 저는

Use 은 quando a última letra da última sílaba do sujeito for uma consoante. Por exemplo:

집 = 집은
책 = 책은

를 ou 을 (Objeto)

É colocada depois de uma palavra para indicar que ela é o objeto da frase.

Use 를 quando a última letra da última sílaba for uma vogal. Por exemplo:

나 = 나를
저 = 저를

Use 을 quando a última letra da última sílaba for uma consoante. Por exemplo:

집 = 집을
책 = 책을

Agora nós podemos construir frases usando a estrutura de frase coreana e as partículas coreanas.

1) Eu falo coreano = Eu는 coreano를 falo
는 é adicionada a “eu” (o sujeito)
를 é adicionada a “coreano” (o objeto)

2) Eu gosto de você = Eu는 você를 gosto
는 é adicionada a “eu” (o sujeito)
를 é adicionada a “você” (o objeto)

3) Eu escrevi uma carta = Eu는 carta를 escrevi
는 é adicionada a “eu” (o sujeito)
를 é adicionada a “carta” (o objeto)

4) Eu abri a porta = Eu는 porta를 abri
는 é adicionada a “eu” (o sujeito)
를 é adicionada a “porta” (o objeto)

5) Minha mãe fará massa = Minha mãe는 massa를 fará
는 é adicionada a “minha mãe” (o sujeito)
를 é adicionada a “massa” (o objeto)

6) O professor pegou meu celular = O professor은 meu celular을 pegou
은 é adicionada a “o professor”
을 é adicionada a “meu celular”

 

Eu tenho certeza de que você ficará tentado a substituir palavras em coreano a essas construções para fazer frases em coreano, mas isso é complicado demais agora. O objetivo desta lição é que você se familiarize com a estrutura das frases em coreano.

A mesma coisa poderia ser feita para frases com adjetivos. Mas lembre-se que essas frases com adjetivos não terão objeto:

1) Minha namorada é bonita = Minha namorada는 é bonita
는 é adicionada a “minha namorada” (o sujeito)
2) O filme foi assustador = O filme는 foi assustador
:”는” é adicionada a “o filme” (o sujeito)

3) O show foi péssimo = O show은 foi péssimo
은 é adicionada a “o show” (o sujeito)
Há mais uma partícula que você deve conhecer antes de avançarmos.
에 (Lugar ou tempo)

Nós ainda não falamos sobre lugares ou tempo, mas se você realiza uma ação em um determinado momento, deve anexar a partícula “에” à palavra que indica tempo.

“에” também é adicionada à palavra que indica lugar em uma frase. Eu quero escrever mais sobre o que “에” faz mas, neste momento, isso apenas o confundiria. Por ora é suficiente saber que “에” é usada para indicar lugar em uma frase.

Repito que é difícil traduzir essas partículas para português, mas “에” faz o papel das palavras sublinhadas nas frases a seguir:

1) Eu fui às três da tarde.
2) Eu fui ao parque.

Frases com lugar/tempo podem ter objetos. Por exemplo:

3) Eu comi hambúrgueres às três da tarde.

Se eu escrevesse essa mesma frase usando a estrutura coreana e partículas, elas ficariam mais ou menos assim:

1) Eu는 três da tarde에 fui
2) Eu는 parque에 fui
3) Eu는 hambúrgueres을 três da tarde에 comi

Nesses casos, “às três da tarde” ou “ao parque” agem como advérbios (uma palavra que informa quando, onde, como ou quanto). Não há um lugar específico para um advérbio em uma frase e ele pode, geralmente, ser colocado em qualquer lugar (exceto no fim). Advérbios serão discutidos com mais detalhe na Lição 8.

De novo, o propósito desta primeira parte da Lição 1 é que você se familiarize com as diferentes partículas e estruturas de frase. Este conhecimento será sua base para as futuras lições em que você construirá frases com verbos/adjetivos em coreano de verdade. Como você terá que esperar um pouco para criar esses tipos de frases, podemos falar agora em criar frases em coreano com a palavra “ser”.

Ser/Estar: 이다

Agora é hora de aprender a construir frases de verdade usando a palavra “ser”. Falantes de português normalmente não percebem o quão difícil essa palavra é nesse idioma. Observe os exemplos a seguir:

Eu sou um homem.
Ele é um homem.
Eles são homens.
Eu era um homem.
Eles eram homens.

Em cada uma dessas frases a palavra “ser” é representada por uma palavra diferente  (sou/é/são/era/eram) dependendo do sujeito e do tempo verbal da frase. Para nossa sorte, em coreano, a mesma palavra é usada para representar sou, é, são, era e eram. Essa palavra é 이다.

이다 não deve ser pensada como um verbo ou um adjetivo em coreano, já que age de forma diferente na maioria dos casos. Eu vou ensinar como 이다 difere de verbos e adjetivos quando se tornar importante (em lições futuras).

Algumas vezes, porém, 이다 é similar aos adjetivos. Lembre-se que frases terminadas em adjetivos não tem objetos. Toda vez que uma frase é predicada por um adjetivo, não há objeto nela. Apenas frases com verbos possuem objetos. Vamos olhar alguns exemplos:

Eu como hambúrguer (comer é um verbo; o objeto é hambúrguer)
Eu encontro meu amigo (encontrar é um verbo; o objeto é meu amigo)
Eu estudo coreano (estudar é um verbo; o objeto é coreano)
Eu ouço música (ouvir é um verbo; o objeto é música)

Todas essas frases têm (e podem ter) objetos porque a frase é predicada por um verbo. No entanto, em frases que são predicadas por adjetivos:

Eu sou lindo
Eu sou bonito
Eu estou com fome
Eu sou inteligente

Isso significa que nunca podemos usar a partícula ~을/를 em uma frase predicada por um adjetivo (porque ~을/를 indicam que há um objeto). A partícula de objeto também não é usada quando utilizamos a palavra “이다”. A estrutura básica de uma frase predicada por “이다” é:

[substantivo는/은] [outro substantivo] [이다]

Por exemplo:

Eu는 homem이다 = Eu sou um homem

Agora, substitua as palavras para “homem” e “eu”:

나 = Eu
남자 = homem
나는 + 남자 + 이다

이다 é anexada diretamente ao substantivo. Logo, a construção acima fica:

나는 남자이다 = Eu sou um homem

É muito importante que você lembre que ~를/을 não é anexada a palavras em frases com “이다.” A frase a seguir estaria incorreta:

나는 남자를 이다.

이다 é a única palavra que age assim, e é uma das razões pelas quais você deve tratá-la de forma diferente de outros verbos e adjetivos.

O foco desta lição (e Lições 2 e 3) é apresentá-lo ao básico da estrutura de frases coreana. Até chegar à Lição 5 e Lição 6, você não será exposto às conjugações e formas honoríficas de verbos coreanos, adjetivos e 이다.

Na verdade, essas palavras nunca (ou muito raramente) são utilizadas sem essas conjugações e honoríficos. Portanto, por mais que eu destaque a importância de compreender a estrutura das sentenças apresentadas nas Lições 1, 2, 3 e 4, não use essas frases em qualquer forma de comunicação com pessoas coreanas porque é muito provável que elas não sejam compreendidas. Para entender de fato o que é apresentado nas Lições 5 e 6 (e para o resto de seus estudos de coreano), é essencial que você entenda o que é apresentado nessas primeiras quatro lições – mesmo que elas possam ser vistas como “tecnicamente incorretas”.

Para todas as frases “tecnicamente incorretas” (não conjugadas) apresentadas na Lição 1 – 4, fornecerei uma versão correta (conjugada) da mesma frase entre parênteses abaixo da versão não conjugada (uma conjugação formal e uma informal). Observe mais uma vez que você não vai entender essas conjugações até as Lições 5 e 6 (para verbos e adjetivos) e Lição 9 (para 이다).

Outros exemplos de 이다 em uso:

나는 여자이다 = Eu sou uma mulher
(나는 여자야 / 저는 여자예요)

나는 선생님이다 = Eu sou um professor
(나는 선생님이야 / 저는 선생님이에요)

나는 사람이다 = Eu sou uma pessoa
(나는 사람이야 / 저는 사람이에요)

나는 ______ 이다 = Eu sou um(a) _______
(나는 _______ 이야 / 저는 _____ 이에요)

Você pode substituir qualquer substantivo no espaço em branco para fazer essas frases.

 

Isto e Aquilo (이 / 그 / 저)

Você pode ver no vocabulário acima que a palavra para “isto” em coreano é 이.

Nós usamos 이 em coreano quando estamos falando de algo que está a curta distância (Por exemplo: esta caneta – ou seja, a que eu estou segurando). Assim como em português, “이” (isto/esta) é colocada antes do substantivo que ela descreve. Por exemplo:

이 사람 = Esta pessoa
이 남자 = Este homem
이 여자 = Esta mulher
이 차 = Este carro
이 탁자 = Esta mesa
이 의자 = Esta cadeira

Nós usamos 그 quando estamos falando de alguma coisa de uma frase ou contexto anterior, independentemente se você pode vê-la ou não. Fornecer exemplos seria muito difícil agora porque você não sabe nenhuma frase em coreano. No entanto, se eu fosse dizer “eu não gosto desse homem [quando seu amigo o mencionou em uma frase anterior]”, a palavra “desse” nessa frase mostra como “그” seria usada.

Nós usamos 저 quando estamos falando de algo que podemos ver mas não podemos tocar porque está muito longe.

Assim como “이”, podemos colocar “그” ou “저” antes de um substantivo para descrever “essa” ou “aquela” coisa.

이 사람 = Esta pessoa
그 사람 = Essa pessoa
저 사람 = Aquela pessoa

이 남자 = Este homem
그 남자 = Esse homem
저 남자 = Aquele homem

이 여자 = Esta mulher
그 여자 = Essa mulher
저 여자 = Aquela mulher

이 의자 = Este carro
그 의자 = Esse carro
저 의자 = Aquele carro

이 탁자 = Esta mesa
그 탁자 = Essa mesa
저 탁자 = Aquela mesa

Uma das palavras mais comuns em coreano é “것”, que significa “coisa”. Quando 이, 그 ou 저 são colocadas antes de “것”, o resultado é uma palavra composta. Portanto, ao colocar “것” depois de 이, 그 ou 저, não deve haver um espaço entre elas. Em outras palavras, as expressões a seguir não são duas palavras separadas:

이것 = esta coisa
그것 = essa coisa
저것 = aquela coisa

Nós vemos o mesmo fenômeno ocorrer com outras palavras comuns que você aprenderá em lições futuras. Não precisa se preocupar com isso agora, mas podemos ver a mesma coisa  com a palavra (com sentido de “lugar”) e (com sentido de “tempo”).

Com essas palavras, “coisa” não é necessariamente a tradução em português. Deixe-me explicar.

Usarei “isso” como um exemplo, mas a mesma ideia pode ser aplicada às palavras “isto” e ”aquilo”.

“Isso” pode ser colocada antes de um substantivo para descrevê-lo. Como vimos anteriormente:

Essa pessoa
Esse homem
Essa mulher

No entanto, também pode atuar de forma semelhante a um substantivo. Por exemplo:

Eu gosto disso.

Nesse tipo de frase em português, “isso” está se referindo a alguma coisa que você gosta. É um pronome (palavra que substitui ou acompanha um substantivo). É uma coisa.

Portanto, a frase poderia ser facilmente dita como:

Eu gosto dessa coisa

Eu não gosto de usar jargões de gramática nas minhas lições, mas se você sabe o que essas palavras significam, pode ser útil. Tanto em português quanto em coreano, “isso” pode ser um determinante (como em “Eu gosto desse homem”) e também pode ser um pronome (como em “Eu gosto disso”). Quando usada como um determinante em coreano, você deve colocar 그 antes de um substantivo. Quando usada como um pronome em coreano, a palavra 그것 é usada.

Da mesma forma, enquanto “이, 그 e 저” significam “isto, isso e aquilo”, respectivamente, e são colocados antes de substantivos para indicar “este substantivo, esse substantivo e aquele substantivo”, “이것, 그것 e 저것” são substantivos (eles são pronomes). Portanto, não precisam ser acompanhados da palavra “coisa”,  que é redundante, apesar de que o significado seria exatamente o mesmo:

Eu gosto disto
Eu gosto desta coisa

Eu gosto disso
Eu gosto dessa coisa

Podemos agora usar esses substantivos como sujeitos ou objetos em uma frase. Vamos ver como eles podem ser usados ​​com “이다” a seguir.

 

 

Usando Isto/Isso/Aquilo com 이다

Lembre-se, a tradução de 이다 é “ser/estar” e é conjugado como sou/é/são. Agora que sabemos como usar 이, 그 e 저, podemos construir frases assim:

Essa pessoa é um médico

Podemos começar colocando essas palavras na ordem correta em coreano:

Essa pessoa는 médico é

E, em seguida, alterar as palavras em português para as palavras coreanas apropriadas:

그 사람은 + 의사 + 이다
그 사람은 의사이다
(그 사람은 의사야 / 그 사람은 의사예요)

Mais exemplos:

그 사람은 선생님이다 = Essa pessoa é um professor
(그 사람은 선생님이야 / 그 사람은 선생님이에요)

이것은 탁자이다 = Esta (coisa) é uma mesa
(이것은 탁자야 / 이것은 탁자예요)

저것은 침대이다 = Aquela (coisa) que é uma cama
(저것은 침대야 / 저것은 침대예요)

그 사람은 남자이다 = Essa pessoa é um homem
(그 사람은 남자야 / 그 사람은 남자예요)

그 사람은 여자이다 = Essa pessoa é uma mulher
(그 사람은 여자야 / 그 사람은 여자예요)

그것은 차이다 = Essa (coisa) é um carro
(그것은 차야 / 그것은 차예요)

이것은 나무이다 = Esta (coisa) é uma árvore
(이것은 나무야 / 이것은 나무예요)

Há 1250 exemplos na Unidade 1. Todas elas tem um link para um arquivo de áudio. Você pode fazer o download de todos esses arquivos em um pacote aqui.

Uau! Esta foi uma lição extremamente difícil. Se você tivesse lido um livro didático de coreano, tenho certeza de que o primeiro capítulo seria muito mais fácil do que isto. Mas confie em mim: aprender isto no começo será muito útil para você mais tarde. Quando eu estava aprendendo a falar coreano, levei meses para perceber algumas dessas coisas (não porque eles eram difíceis, mas porque eu estava usando um livro que nunca me ensinou a razão pela qual as coisas são do jeito que são em coreano).

Antes de seguir em frente, certifique-se de entender a estrutura das frases em coreano apresentada nesta primeira lição. Além disso, lembre-se que as frases que não estão entre parênteses estão tecnicamente incorretas (ou são muito, muito incomuns) porque elas não foram conjugadas.

Ok, eu entendi! Leve-me para a próxima lição! Ou,

Clique aqui para ter um livro de exercícios para usar com esta lição.

Se você tiver qualquer pergunta ou comentário, fique à vontade para fazer um post no nosso Fórum!

Refs.: À medida que vs. Na medida em que, Pronome, Determinante